terça-feira, agosto 07, 2012

Especial William Friedkin no HQ SUBVERSIVA

A convite do nobre Caio de Freitas Paes, eu e outros amigos da blogosfera escrevemos sobre 5 filmes de William Friedkin, um monstro do cinema pelo qual nutrimos enorme respeito. Os textos já estão sendo publicados ao longo da semana e linkarei todos nesta postagem.


Segunda (6) – “O Exorcista”, por Leopoldo Tauffenbach


Terça (7) – “Sorcerer”, por Osvaldo Neto

Quarta (8) – “Parceiros da Noite”, por Daniel Vargas

Quinta (9) – “Viver e Morrer em Los Angeles”, por Ronald Perrone

Sexta (10) – “Caçado”, por Leandro César Caraça

6 comentários:

marcelo disse...

Esse é o cara. Fazia um cinema feroz na década de 70 e ainda está na ativa com muita disposição.

Pena que seus últimos trabalhos não receberam a merecida atenção do público. Mas Caçado e Bug são dois filmaços.

Osvaldo Neto disse...

BUG é um de meus favoritos de toda a sua filmografia. Saí de queixo caído do cinema, pena que não foi o mesmo que aconteceu com a maioria esmagadora da sala do multiplex hehe

marcelo disse...

Eu só fui gostar de Bug revendo ele. Acho muito bom, mas dos seus trabalhos da última década prefiro Caçado, que é um filme de ação insano na linha de Rambo haha.

Em geral o Friedkin se tornou um dos meus diretores preferidos. O cinema do cara é furioso, violento mesmo. E estou criando uma expectativa tão grande por Killer Joe que já temo me decepcionar. Abraço

Osvaldo Neto disse...

CAÇADO não deixa de ser um belo e subestimado título dentre os trabalhos de Friedkin. Já chegou a assistir SÍNDROME DO MAL, outro puta filme dele que o público parece ter rejeitado?

Marcelo disse...

Assisti. Gostei muito da primeira parte, bem filmada, tétrica e tensa. Depois da prisão ele perdeu um pouco da força.

Osvaldo Neto disse...

Sim, perde. A atuação do Alex McArthur como o assassino é primorosa, uma pena que o cara nunca tenha achado o lugar dele no cinema.