domingo, agosto 28, 2011

Poster e trailer de TYRANNOSAUR

Escrito e dirigido por Paddy Considine


sábado, agosto 27, 2011

Sobre a Sessão Surpresa do Vá e Veja no Cineclube Dissenso

Dando uma passadinha para dizer que foi um sucesso. ;)

Tivemos uma boa reação dos espectadores ao clima de completa despretensão de um de meus filmes favoritos dos anos 80. O longa que apresentei na Sessão Surpresa do Cineclube Dissenso foi VAMPIRO DAS ESTRELAS (Not of this Earth, 1988), de Jim Wynorski, inspirada refilmagem do clássico de Roger Corman produzido em 1957.

Muito obrigado aos amigos do Dissenso, ao público que compareceu para mais outra memorável tarde de cinema, a todos que desejaram o melhor para a sessão e claro, a cada um de vocês que curtem o Vá e Veja. Também extendo os meus agradecimentos a Jim Wynorski e Lenny Juliano pelo carinhoso apoio e por fazerem parte de minha formação e paixão pelo cinema B e de gênero. Até mais, turma!



sexta-feira, agosto 26, 2011

Sessão Surpresa do Cineclube Dissenso - 5 anos de Vá e Veja

Como estamos chegando ao final de mais um mês, no próximo sábado (27/08), às 14h, no Cinema da Fundação, o Cineclube Dissenso apresenta a sua tradicional Sessão Surpresa. Aproveitamos a ocasião para convidar o amigo conhecido internacionalmente como "Brazilian B Movie Guru", Osvaldo Neto, para escolher o filme, marcando a comemoração de cinco anos de seu blog Vá e Veja (http://blog.vaeveja.com/). Osvaldo foi indicado recentemente a um prêmio internacional: The SuperFan award no Golden Cob Awards do B Movie Celebration, que acontece anualmente em setembro em Franklin, Indiana, EUA.

A idéia da Sessão Surpresa é brincar com a expectativa do público e permitir uma experiência cinematográfica com o mínimo de informação prévia possível, sem o conforto das sinopses, das críticas e das informações que o espectador pode acessar normalmente antes de ir ao cinema. Desse modo o contato com o filme e o debate sobre ele ganham uma luz e uma mediação diferentes. Depois do filme, debate na sala Edmundo Morais.

Sessão Surpresa
Sábado, 27/08, às 14h
Cinema da Fundação
Entrada gratuita

Postagem no. 666


Resgatei das profundezas infernais do blog um texto escrito em 2006 sobre A PROFECIA, de Richard Donner, até hoje o meu filme favorito do cinema de terror. Confira!

Um senhor bate-papo com Brian Trenchard-Smith



Aproveite e leia a mais recente postagem de Brian no blog do sublime Trailers from Hell!

terça-feira, agosto 23, 2011

81 anos de Vera Miles


Radioactive Dreams volta com BRAIN SMASHER!

Texto do meu amigo de fé, meu irmão camarada Ronald Perrone, que considera o longa um dos melhores na filmografia de Albert Pyun: confira!

sexta-feira, agosto 19, 2011

quinta-feira, agosto 18, 2011

A NOTÍCIA DA SEMANA!

Acabei de saber que A NOITE DO CHUPACABRAS, de Rodrigo Aragão (MANGUE NEGRO), será exibido no B Movie Celebration 2011 em Franklin, Indiana, Estados Unidos. Parabéns, turma! Me sinto possuído por uma felicidade tremenda e a dedico para cada um dos membros da equipe deste filme, que terá uma grande exposição para muitos fãs e realizadores de cinema B e de gênero independente ao longo dos dias do evento.




2011 marcou a participação do Brasil no B Movie Celebration. Quem me acompanha sabe que continuo vendo com muita alegria a minha indicação na categoria SuperFan do Golden Cob Awards, a premiação anual do evento. Não saí vencedor, mas só o fato de ser indicado foi como ganhar um prêmio.

Que a nossa participação só aumente nos próximos anos neste e em outros eventos e festivais internacionais, para mostrarmos ao mundo que nós sim, temos gente que faz e pensa cinema de gênero com personalidade, dedicação e profissionalismo. Não é pouco, trata-se de um grande passo rumo a um reconhecimento que creio não tardar para chegar. Torço muito por isso.


Me despeço por enquanto com um grande abraço a todos os amigos que são parte da equipe A NOITE DOS CHUPACABRAS e os que tem apoiado esse filme que ainda não vi, mas considero essencial há um bom tempo.

domingo, agosto 14, 2011

Papais inesquecíveis do cinema

James Stewart em "A Felicidade Não Se Compra"

Lamberto Maggiorani em "Ladrões de Bicicleta"

Gregory Peck em "O Sol é Para Todos"

Charles Bronson em "Desejo de Matar"

Sylvester Stallone na série "Rocky"

Dustin Hoffman em "Kramer vs. Kramer"

Sean Connery em "Indiana Jones e A Última Cruzada"

Laurence Fishburne em "Os Donos da Rua"

Robert De Niro em "Desafio no Bronx"

Liam Neeson em "Busca Implacável"

Menções Honrosas:

Jon Voight em "O Campeão", Chevy Chase na série "Férias Frustradas", Eugene Levy na série "American Pie" e claro... eu não poderia deixar dois malvadões de fora - James Coburn em "Temporada de Caça" e Jack Nicholson em "O Iluminado".

Feliz Dia dos Pais! :-D

sábado, agosto 13, 2011

Kinemail apresenta Mostra Lume do Cinema Americano

Kinemail apresenta
MOSTRA LUME DO CINEMA AMERICANO
de 13 a 19 de agosto
Fundaj (R. Henrique Dias 609, Derby, Recife)

Sala João Cardoso Ayres | Cineclube Dissenso


Kinemail celebra 11 anos de cinefilia com uma mostra especial em parceria com a Lume Filmes, o cinema da Fundação Joaquim Nabuco e o Cineclube Dissenso.
A mostra traz filmes de várias épocas do cinema americano que marcaram pela abordagem de temas ousados e pelo talento de seus diretores, clássicos que foram resgatados pela distribuidora Lume Filmes e lançados no Brasil no formato digital.

PROGRAMAÇÃO

CINECLUBE DISSENSO
Sáb 13 | BEM-VINDO À CASA DE BONECAS
(Welcome To The Dollhouse | 1995 | de Todd Solondz)
14h | Cinema da Fundaj

SALA JOÃO CARDOSO AYRES
Ter 16 | NA COMPANHIA DE HOMENS
(In The Company of Men | 1997 | de Neil Labute)
19h | Sala João Cardoso Ayres

Qua 17 | O SEGUNDO ROSTO
(Seconds | 1966 | de John Frankenheimer)
19h | Sala João Cardoso Ayres
http://www.blogger.com/img/blank.gif

Qui 18 | O FUNDO DO CORAÇÃO
(One From The Heart | 1982 | de Francis Ford Coppola)
19h | Sala João Cardoso Ayres

Sex 19 | CLAMOR DO SEXO
(Splendor in The Grass | 1961 | de Elia Kazan)
19h | Sala João Cardoso Ayres

ENTRADA FRANCA
Projeção em DVD

Mais informações
www.kinemail.com.br

sexta-feira, agosto 12, 2011

Eric Roberts - Ass Kicker



Filmes com Eric Roberts comentados no blog:

RAPTOR

THE BUTCHER
SOB FOGO CRUZADO

Só três? Preciso corrigir essa injustiça com urgência!!

quinta-feira, agosto 11, 2011

Matéria do JC, 11/08: "Ferris Bueller continua adolescente aos 25 anos"

Clássico da Sessão da Tarde, filme que marcou duas gerações comemora jubileu de prata sem perder o espírito jovem e anárquico que o consagrou. Matéria do crítico e jornalista Ernesto Barros.

Dwarfsploitation, um livro de Brad Paulson e Chris Watson


No ano passado, escrevi sobre um filminho dodói do juízo chamado EVIL EVER AFTER, que surpreendeu em matéria de insanidade cinematográfica. Brad Paulson e Chris Watson podem ser considerados os grandes responsáveis por ele, Paulson como diretor e roteirista e Watson como produtor. Aquela não foi a primeira e nem será a última vez em que os dois trabalharão juntos. A parceria também ocorre no mundo das letras com o lançamento de "Dwarfsploitation", um livro dedicado aos filmes com anões e os seus pequenos atores que marcaram o cinema. De FREAKS a WILLOW, a publicação promete analisar uma grande variedade de produções, sejam elas vindas de estúdio ou independentes.

Confiram o teaser abaixo com opiniões de especialistas e celebridades do meio a respeito do livro (em inglês):



"Dwarfsploitation" encontra-se em pré-venda. Caso seja de seu interesse, clique aqui e saiba como adquirir uma cópia.

domingo, agosto 07, 2011

Trailer de DINO WOLF, nova pérola de Fred Olen Ray



Em 2008, divulguei as primeiras imagens deste projeto de Ray,
clique aqui para conferir. Ele finalmente será lançado em DVD nos Estados Unidos durante o mês de Outubro. Yeah!!

sábado, agosto 06, 2011

A MALDIÇÃO DA CAVEIRA (The Skull, 1965, UK)


É possível um filme de terror ser tão divertido de se assistir?

Claro que sim! A MALDIÇÃO DA CAVEIRA é outra jóia da Amicus estrelada pela dupla Peter Cushing e Christopher Lee com direção de Freddie Francis, vindo do sucesso de AS PROFECIAS DO DR. TERROR, que serve de resposta certeira a essa pergunta. Sentia falta de papear com vocês sobre horror clássico britânico e notei que eu nunca mais tinha assistido a um desses filmes, apenas feito revisões. O filme de Francis foi uma bela escolha, revelando-se uma experiência das mais prazerosas que tive em meses. Podemos dizer que ele faz parte de um tempo que não deve voltar tão cedo, quando filmes do gênero eram feitos com a única e exclusiva pretensão de entreter o seu público. E nada mais.


Cushing interpreta Christopher Maitland, um colecionador de objetos relacionados ao oculto que adquire do oportunista Anthony Marco (Patrick Wymark, o inesquecível Coronel Turner de O DESAFIO DAS ÁGUIAS) um livro escrito pelo Marquês de Sade cuja capa é feita em pele humana. Marco conta ao seu cliente que Sade, na verdade, era pior do que muita gente imaginava e inclusive tinha feito um pacto com o demônio. No dia seguinte, o vendedor apresenta uma oportunidade única: o crânio do Marquês. Maitland reclama do preço salgado, mas resolve comprar, apesar do aviso de seu amigo Matthew Phillips (Christopher Lee) de que a peça foi roubada de sua coleção, mas o antigo dono se revela satisfeito por se livrar dela!! O sinal de que tem coisa errada com o objeto é reforçado pela gradual descida ao inferno que Maitland enfrenta quando leva o crânio para a sua casa e as mortes que ocorrem a seguir.


Assim como muitos outros filmes do período, levaram-se anos para A MALDIÇÃO DA CAVEIRA ser assistido com uma cópia decente, preservando o enquadramento original. Os fãs de horror britânico esperaram até 2008 com o lançamento em DVD da Legend Films para vê-lo com a qualidade que o filme tanto merecia ser visto. Digo isso porque Francis é um ótimo contador de histórias de horror, além do próprio ser um dos maiores diretores de fotografia do cinema britânico e isso garante a entrega de um filme com forte apuro visual, apesar do orçamento apertado. Seu trabalho com o cinematógrafo John Wilcox é notável, destacando o efeito “Caveiroscope”, onde o espectador acompanha diversas cenas através do crânio amaldiçoado do Marquês.

O roteiro de Milton Subotsky, baseado no conto “A Caveira do Marquês de Sade” de Robert Bloch, tem os seus altos e baixos, como se extender mais do que o necessário com a entrada dos burocráticos personagens do detetive (Nigel Green) e um legista (Patrick Magee) na investigação dos assassinatos e o final apressado. Subotsky ganha pontos por abraçar o ridículo de muitas situações e suspeito que o próprio Bloch não se levou muito a sério aqui, algo evidente em outras histórias nas antologias que assinou para a Amicus. A sequência onde o crânio voa atrás de Maitland e faz a sua esposa dele (Jill Bennett) correr perigo de vida é um achado.


Mas o show é de Peter Cushing, o eterno ‘Gentleman of Horror’, cuja magnífica presença em cena domina o filme. A constante perda da sanidade de Maitland não é algo que qualquer outro ator poderia expressar tão bem e podemos dizer que esse é um dos seus grandes momentos no cinema. O “astro convidado” Christopher Lee não participa muito do filme, aparecendo de 4 a 5 rápidas cenas, mas ele contracena com seu querido amigo em todas elas. É sempre muito prazeroso vê-los atuando juntos, embora Lee esteja no piloto automático, mas vamos dar um desconto ao monstro pela sua carismática participação e sua voz... que voz! Outros atores bem conhecidos dos fãs do período como Michael Gough e Peter Woodthorpe tem pequenas e importantes aparições.

Enfim, mesmo que o resultado final o deixe um pouco longe de ser um clássico como outras colaborações Cushing/Lee, A MALDIÇÃO DA CAVEIRA é programa obrigatório para quem curte o gênero. Uma pequena pérola do cinema de horror britânico que deveria ser mais conhecida e comentada. Tenho fé que esse dia chegará.