quinta-feira, fevereiro 17, 2011

Cinema de Bordas na UFPE

Ralar muito durante a semana para ficar livre hoje valeu toda a pena. Participei do mini-curso "O cinema de bordas e o paracinema: trash e excesso no cinema brasileiro" na UFPE ministrado pela profa. dra. Laura Loguercio Cánepa, a quem tive o prazer de finalmente conhecer em pessoa. Um excelente dia, repleto de gargalhadas, reflexões e curiosidades a respeito do cinema de bordas feito em nosso país.

Simião Martiniano, Afonso Brazza, Felipe M. Guerra, Joel Caetano e Petter Baiestorf, assim como gente que eu desconhecia como Manoel Loreno, seu Manoelzinho (O HOMEM SEM LEI), Francisco Abreu (A DAMA DA LAGOA), Semi Salomão (A BRUXA DO CEMITÉRIO) e Aldenyr de Andrade, o Rambú de Manaus fizeram parte da discussão. É sempre muito bom falar sobre esses filmes no meio acadêmico, tenho certeza que preconceitos foram quebrados naquele auditório.

E como se isso já não fosse bom o bastante, ainda voltei para casa com o livro Cinema de Bordas 2 assinado com dedicatória pela Laura. Agradeço a ela, ao amigo Rodrigo Carreiro e a todos os presentes pelas ótimas horas passadas hoje.



2 comentários:

Laura disse...

opa, eu é que agradeço! foi muito bom contar com a receptividade dos pernambucanos para as bordas!! legal mesmo!

Osvaldo Neto disse...

Nós é que ficamos agradecidos por você compartilhar sua paixão e experiência conosco, Laura. :)