terça-feira, janeiro 15, 2008

FULL METAL YAKUZA (Full Metal Gokudô, 1997, JAP)


Outro filme bacana de Miike. Desta vez, ele usa a temática principal de ROBOCOP onde o protagonista é brutalmente assassinado e volta à vida como um robô para se vingar dos seus assassinos, mais precisamente um cyborg. Em ROBOCOP, tínhamos um destemido policial como vítima. Aqui, o personagem é um Yakuza novato meio dodói do juízo. Temos então um bom filme de Yakuzas como vários que o Japão nos deu só que este tem o diferencial de não se levar tão a sério e contar com humor, que vai do besteirol e irônico ao negro.

Violento, debochado e insano, FULL METAL YAKUZA foi feito para lançamento direto em vídeo. Os limites do orçamento são evidentes, principalmente nos efeitos digitais. Mas isso até que confere um charme na produção que tem um talento como Miike para contornar isso com criatividade. É impossível não rir quando o Yakuza robótico emprega o seu "movimento de defesa" contra os adversários. Diversão certeira para um público já acostumado com as sandices desta grande figura do cinema internacional.

Agradeço à amiga Rosana pelo filme.

Nenhum comentário: