terça-feira, outubro 30, 2007

GANGUES DO GUETO ('R Xmas, 2001, EUA)

Tenho certeza de que GO GO TALES fará bonito na Mostra SP, a julgar pelo seu belíssimo filme anterior intitulado MARY. É... eu sou fã confesso de Abel Ferrara. O amigo Fernando Vasconcelos sabe disso e me ligou no domingo dizendo que veria os novos de Ferrara e Cronemberg só pra me deixar com uma pontinha de inveja hehe. Mas não tem problema, já sinto que este 2007 foi especial por também ter visto BUG na tela grande. Ele e MARY são duas obras marcantes de diretores que admiro por sempre chamarem a minha atenção como poucos.

Na noite deste mesmo domingo, assisti 'R XMAS no conforto do meu quarto. Ninguém merece ficar dizendo o título nacional ridículo que este filme recebeu, né? Pelo menos, ele foi lançado por aqui e posso dizer que a qualidade de imagem e som do DVD nacional da Europa Filmes está excelente. Consegui pegar o disquinho original dele e de mais alguns outros filmes bacanas, curiosos e toscos por 5 reais num saldão que uma locadora próxima de casa tem feito. Peguei altos que queria ter na coleção e nunca tive chance antes. O dia chegou! :)


'R XMAS é o filme de Natal do Abel Ferrara. Ele se passa nas proximidades da véspera desta data comemorativa em Nova York no início dos anos 90, antes do primeiro mandato de Rudy Giuliani. A cena de abertura (em sépia, ainda por cima) parece sair de um filme típico de Natal, nos moldes das adaptações do clássico UM CONTO DE NATAL de Charles Dickens. Daí o espectador nota que estamos vendo uma peça natalina encenada pelas crianças de uma escola e o pai de uma garotinha (Lillo Brancato Jr., do belo DESAFIO NO BRONX) todo entusiasmado ao filmar ela com sua câmera caseira. O pai, a mãe (Drea de Matteo, de FAMÍLIA SOPRANO) e a filha que tanto se amam saem para fazer compras no shopping. Depois de deixarem a criança com a avó, o casal vai para um pequeno apartamento suburbano e temos então uma surpresa: eles são traficantes de drogas.

Não vou falar mais para entregar outras boas cartas na manga que o filme tem. No trailer, vemos o momento em que Ice-T entra em cena, mas na minha opinião ele não deveria ter sido revelado. O impacto e surpresa que eu sentiria só me faria ter gostado mais da produção. 'R XMAS não é um Ferrara como muitos esperam por ele buscar uma narrativa mais simples e objetiva do que de costume. Esse filme não tem as cenas fortes de sexo e violência costumeiras do diretor, mas não se preocupem que a tradicional cena do protagonista entrando numa igreja católica para se redimir dos pecados está presente.

Ferrara faz mais um belo estudo de personagens, mesmo que desta vez eles não sejam mais desenvolvidos do que em outros de seus filmes. O personagem de Victor Argo, por exemplo, poderia ser melhor explorado. Mas isso pode ser até bom, pois não existe qualquer vestígio de julgamentos morais aqui, quem os pode fazer é o espectador. Repararam que não citei nomes de personagens até agora? É porque no próprio filme a maioria deles não tem identificação.

Existem pessoas que se decepcionaram com o filme por pensar que ele humaniza os traficantes de drogas. Eu não penso assim. Creio que Ferrara quis mostrar que aquele simpático vizinho do nosso prédio ou da nossa rua que todo dia passa pela gente e nos deseja um boa noite na volta pra casa pode viver no mundo do crime. Nada de pobrezinhos dentro de guetos e favelas que não tiveram melhores condições de vida e nem um caminho melhor a seguir.

Dignas de nota também são a direção de fotografia de Ken Kelsch (parceiro do diretor em títulos como OS CHEFÕES e VÍCIO FRENÉTICO) e a trilha sonora de Schooly D que colaboram e muito para a criação do clima de imprevisibilidade e estranheza feito por Ferrara em cenas nos subúrbios nova-iorquinos. Se o roteiro fosse um pouquinho mais revisado, 'R XMAS seria ainda melhor. Trata-se de uma pequena surpresa vinda de um puta diretor que alguns dos seus próprios fãs desconhecem. Vale conferir.

Editado em 31/10/07 às 10:50

Nenhum comentário: