quarta-feira, dezembro 20, 2006

TOP 10: CINEMA

10 filmes que eu vi (ou revi, em alguns casos) no cinema e julguei importantes pro ano de 2006:

CACHÉ - Pensei.... pensei novamente e depois pensei mais duas vezes. Tenho que começar por esse filme impecável, provocante e assustador filme de Haneke. Umas das obras-primas cinematográficas deste início de século. É impossível sair de uma sessão de CACHÉ e continuar sendo a mesma pessoa de quase 2h atrás.

EL LABIRINTO DEL FAUNO - Falando em obras-primas, temos o grande prazer de assistir a esta do Guillermo Del Toro logo no finalzinho de 2006. Uma deslumbrante e inesquecível experiência cinematográfica que me fez pensar durante horas a fio no quanto os seres humanos podem ser bem mais cruéis do que os monstros que nos amedrontavam na infãncia.

MUNIQUE - Spielberg faz o seu melhor filme desde TUBARÃO. Nunca pensei que veria algo tão corajoso, violento, complexo e principalmente adulto de um cineasta que estava se contentando em fazer algumas besteiras de vez em quando como a nova versão de A GUERRA DOS MUNDOS.

SYRIANA - Esse só entrou agora por causa de uma revisão recente em DVD. Trata-se de um grande filme que merece ser mais visto e debatido. Nunca os mecanismos do jogo de interesses que está presente na guerra pelo petróleo foram tão bem explorados antes por essa arte que nós tanto amamos. SYRIANA é cinema de primeira qualidade. Quem deu aquele típico beijinho na(o) namorada(o) enquanto o assistia no cinema por poucos segundos se fudeu bonitinho, pois o filme exige a nossa completa atenção. E isso, meus caros, poucos conseguem fazer.

MATCH POINT - Quando eu já estava começando a ficar decepcionado com a recente filmografia daquela figura chamada Woody Allen, eis que ela chega nos entregando uma de suas obras-primas sem qualquer alarde. Filmaço!

OS INFILTRADOS - Só um monstro do calibre de Martin Scorsese para me deixar grudado na cadeira durante 2h30min com uma trama que eu já conhecia de cabo a rabo.

MIAMI VICE - Como filmar com tesão por Michael Mann.

OS TRÊS ENTERROS DE MELQUIADES ESTRADA - Tommy Lee Jones fez bonito em sua estréia no cinema como diretor. Fortemente inspirado por TRAGAM-ME A CABEÇA DE ALFREDO GARCIA, OS TRÊS ENTERROS... é um belo filme sobre a amizade de dois homens comuns levada até as últimas conseqüências. Atuações fantásticas e cenas inesquecíveis.

CINEMA, ASPIRINAS ® E URUBUS - Pode-se dizer que Marcelo Gomes está entre os poucos realizadores que fazem cinema de longa-metragem no Brasil sem a menor intenção de bancar o intelectualóide ou de fazer novela em formato scope. Esse belo filme sobre o início e o fim da amizade de dois homens comuns foi um dos poucos filmes nacionais vistos este ano que não me deixaram com a sensação de tempo perdido. Ele foi o meu BENS CONFISCADOS de 2006.

A ÚLTIMA NOITE - Muito obrigado, Sr. Altman.

** Top sem ordem de preferência.

Nenhum comentário: