quinta-feira, julho 27, 2006

CINEMA POLICIAL "MADE IN CHINA" NAS LOCADORAS

Com a grande demanda do mercado doméstico de DVD, algumas distribuidoras nacionais passaram a lançar várias produções vindas da Ásia e da Europa. Isso por um lado é algo bem positivo, pois vez ou outra, somos surpreendidos por belas surpresas. O porém é que muitas chegam com um atraso de 3, 4 anos e quando vamos ver algumas, são obras cinematográficas exemplares e que mereciam uma chance nos nossos cinemas. O estopim de tudo foi o início da onda dos remakes dos filmes de terror asiáticos, quando RINGU, a versão original de O CHAMADO, foi lançada em DVD enquanto a produção americana faturava alto nas bilheterias.



No mês passado, a Europa Filmes lançou o elogiado FULLTIME KILLER (2001) de Johnnie To - dos cultuados THE MISSION (1999) e ELECTION (2005), ainda sem previsão de estréia - com o título de PROFISSIONAIS DO CRIME. Estou bem ansioso para conferí-lo, afinal, gosto muito do cinema policial de Hong Kong desde que conheci os filmes de John Woo e Ringo Lam feitos nos anos 80.
Segundo a capinha, o disco não possui extras (algo que antes a Europa Filmes presava, basta lembrar do disco de DRÁCULA 2 - A ASCENSÃO onde até os comentários em áudio do diretor Patrick Loussier estão devidamente legendados em português), tem som original em cantonês e imagem em widescreen anamórfico.

Sinopse: Tok e O são dois matadores profissionais frios e calculistas com diferentes ideais e estilos.Um deles é obcecado por uma garota e fará de tudo para tê-la ao seu lado.O outro quer apenas o título de "Matador n°1". Tok e O se encontram num duelo onde apenas um sairá com vida.



DIVERGENCE (2005), dirigido por Benny Chan, o mesmo de A HORA DO ACERTO (New Police Story, 2004) com Jackie Chan, foi lançado como O JUSTICEIRO (que falta de criatividade...) há poucas semanas pela Flashstar Home Vídeo. Possuindo uma trama intrigante e elenco bacana, o filme tem toda a cara de ser bem recomendável.

Sinopse: A produção trata da história de três homens que, por ironia do destino, se cruzam e se vêem diante de um impasse em certo momento. Um é policial e não consegue superar o desaparecimento da namorada há cerca de 10 anos. Outro é um advogado renomado que está representando um líder do crime que está sendo processado por lavagem de dinheiro ao mesmo tempo em que tem o filho seqüestrado. O terceiro é um assassino implacável e misterioso que rompe um antigo código depois de se intrometer em um trabalho que já estava encerrado, e agora corre perigo.



Lançados no ano passado, CONFLITOS INTERNOS e BREAKING NEWS também são destaque. Distribuído pela LK-TEL, o último também foi dirigido por Johnnie To e o material extra - que sequer é mencionado na capinha - não está legendado. Segue abaixo um comentário feito pela minha pessoa para o Kinemail, site do camarada e cinéfilo recifense Fernando Vasconcelos:

"Produção chinesa recente nas locadoras nacionais. Dirigido por Johnnie To, o filme fala sobre a tentativa da polícia de Hong Kong recuperar a sua reputação perante a mídia depois da humilhação sofrida durante o ataque a uma quadrilha. A cena, que contém até um policial implorando pela sua vida aos bandidos, foi devidamente registrada por câmeras de TV, fotógrafos e jornalistas. A força policial acha o enconderijo dos criminosos e equipa os oficiais com micro-câmeras para filmar a investida até o seu final.

To, atuante desde os anos 80, é um dos realizadores mais cultuados e festejados do moderno cinema chinêsque só agora vem tendo seus filmes lançados aqui no Brasil. O seu BREAKING NEWS divide opiniões, tem gente que gosta muito e tem gente que odeia. No meu caso, eu apenas gostei. O maior foco dele é a ação, algo que prejudica um melhor desenvolvimento da excelente premissa, e os alívios cômicos muitas vezes soam desnecessários. Porém, os 90 minutos de duração passam rápido e a abertura, que mostra em aproximamente 7 minutos 'sem cortes' a fracassada emboscada dos policiais, é um colírio para os olhos."




Já o disco da Buena Vista de CONFLITOS INTERNOS apresenta extras bacanas como um bom making-off, cenas de bastidores e final alternativo. Uma das minhas últimas resenhas publicadas no Erotikill (infelizmente, sem atualizações desde o último dia 09) foi escrita sobre este filme especial.

Link: http://www.erotikill.com.br/filmes.php?opcao=ver&id=1158

Pronto, você tem agora 4 exemplares bem interessantes do recente cinema policial chinês para escolher na sua locadora mais próxima que não devem decepcionar aos fãs e apreciadores mais ferrenhos do gênero.

Nenhum comentário: